Imagem--------------------------------------------------Imagem
O FÓRUM ESTÁ EM MODO APENAS LEITURA, CADASTROS NO FÓRUM DESATIVADOS, NOVAS POSTAGENS NÃO SERÃO MAIS RESPONDIDAS A PARTIR DE 20/05/2018. SE PRECISAR DE AJUDA, DÚVIDA, OU SEJA O QUE FOR, CLIQUE NA IMAGEM DO TELEGRAM E PEÇA O QUE FOR PELO TELEGRAM DO NEWSINSIDE.

[GERAL] Review de jogos para PSP!

Você acha que nosso trabalho deveria ser mais valorizado/divulgado?

Apesar de todos criarem reviews por que gostam, acho que seria uma boa motivação para ter reviews melhores ainda! :D
8
40%
Acho que assim está bom. Se começar a divulgar vai começar a baixar a qualidade por causa de pessoas que querem se aparecer :n:
1
5%
Divulgando bem e sendo rígido nas qualificações dos reviews, acho que não há problema, até porque todos os reviews deste tópico mantém uma qualidade incrível. :awesome:
9
45%
Divulgar para que? Só vai aparecer mais gente enchendo a porra do saco! Tira essa ideia doida da cabeça PELO AMOR DE DEUS!! :ffuuu:
2
10%
 
Total de votos: 20
Stranger_Eddie
Moderador - PSP
Moderador - PSP
Mensagens: 4642
Registrado em: 12/07/2009
Consoles: Portable + Emulators = Epic!
Titulo: Godzilla Old School Gamer!
PSN ID: Stranger_Eddie

01/10/2009

:right: flOw

Imagem

:right: Jogabilidade
  • 1 Jogador
:right: Controles
  • Analógico para movimentações.
  • Após a segunda etapa qualquer botão servirá de ação.
  • Start = volta para superfície
:right: Sobre o Jogo
  • O jogo é direcionado para aqueles que sempre sonharam em encarnar um animal que não seja o ser humano. A idéia é exatamente essa: controlar um simpático organismo e fazer com que o ser aquático evolua e ganhe mais espaço no desafiante sistema que é a cadeia alimentar.

    O jogador tem a oportunidade de controlar individualmente diferentes criaturas presentes no jogo, cada qual com seu próprio ambiente.

    Imagem Imagem
    Imagem Imagem

    As criaturas serão habilitadas conforme finalizar os níveis. Neste momento será executado o SAVE GAME automaticamente, podendo dar continuidade. Cada espécie possui suas peculiaridades seguindo um mesmo conceito, sobreviver.
:right: Enredo
  • Você é uma espécie de microorganismo vivo que se alimenta de outros seres, e seu objetivo é sobreviver e crescer dentro da biosfera surreal que o jogo exibe.
:right: O que eu acho do jogo
  • ESPETACULAR! Uma idéia simples, que enche os olhos. Um jogo que praticamente não exige grandes desafios, porém vale a pena por ser um jogo que sempre estará em movimento, valendo constantes “vale a pena jogar de novo”.
  • Avaliação do jogo (0 a 10)
    • Jogabilidade: 9
    • Gráficos: 10
    • Audio: 10
    • Diversão: 9
    • Desafio: 4
  • Prós: Extremamente relaxante. Gráficos e musicas que combinam perfeitamente com o clima. Perfeito para ser jogado na “ultima jogadinha” antes de dormir, ou quando a bateria estiver prestes a acabar, uma vez que, caso acabar no meio do jogo, dificilmente ficará nervoso (exceto se estiver destravando alguma espécie na primeira vez :P ). Mesmo após finalizar, vale muito a pena se divertir com este jogo que proporciona lindas imagens e um excelente relaxamento mental.
  • Contras: Merecia ser mais longo!
Editado pela última vez por Stranger_Eddie em 02/10/2009, em um total de 2 vezes.
Imagem

Kurt
Usuário
Usuário
Mensagens: 1192
Registrado em: 17/07/2009
Consoles: PS3 80Gb; PSP 3k e 2k; PS Vita
Titulo: Be loyal to yourself!
PSN ID: PauloR_27
XLink Kai ID: Kurt_NI
Localização: São Paulo

02/10/2009

:right: Dead Head Fred
Imagem

:right: Jogabilidade
  • Apenas um jogador
:right: Sobre o Jogo
  • Dead Head Fred é um jogo de ação/aventura desenvolvida pela Vicious Cycle e distrbuida pe D3. Feito somente para PSP, o jogo conta com gráficos muito bons, uma trilha sonora que toma conta e uma história engraçada. O jogo não conta com nenhum extra fora da história principal, mas é recheado de missões alternativas e uma vasta cidade a ser explorada, além de uns mini-games, afinal após rancar algumas cabeças quem não para pra pescar, jogar pinbal, sinuca ou até mesmo apostar em brigas de galo.
:right: Enredo
  • Você controla Fred Neuman um detetive que foi decapitado e morto consequentemente (acho que é daí q vem o nome do jogo :P ) por meter o nariz onde não é da sua conta, mas é ressucitado por um cientista que conseguiu salvar seu cérebro, mas parte de sua memória perdida, então Fred vai em busca de vingança, de terminar a investigação da cidade (a qual teve de ser interrompida por livre e espontânea decapitação!!) e claro ele quer a cabeça dele de volta e pra isso não vai hesitar em usar a dos outros....
:right: O que eu acho do jogo
  • Vi este jogo aqui no fórum, baixei por curiosidade e me surpreendi. É um jogo com clima sombrio e ao mesmo tempo engraçado com muito sarcasmo. O jogo mistura muito bem ação, exploração e puzzles, fazendo você usar sua cabeça (trocadilho infame). Com uma história sem pé nem cabeça (de novo), mas ao mesmo tempo inteligente.
  • Avaliação do jogo (0 a 10)
    • Jogabilidade: 8 - a câmera atrapalha um pouco
    • Gráficos: 9 - Não é dos melhores, mas curti muito
    • Audio: 10 - Dá um clima a mais no jogo
    • Diversão: 10 - Não dar risada é impossvel
    • Desafio: 8 - alguns puzzles e missões alternativas são bem complicadas
  • Prós: Cenários muito bem elaborados, personagens (principalmente o Fred) muito bem feitos, a trilha sonora fantastica, vantagens e sevantagens no combate muito bem pensadas e um sarcasmo de perder a cabeça :ha:
  • Contras: A câmera atrapalha principalmente contra chefes, poderia ter mais extras ou modos de jogo, um multiplayer por exemplo
Imagem

Ossos Velhos
Usuário
Usuário
Mensagens: 239
Registrado em: 17/05/2009
Consoles: XBOX, PS3, PS Vita & PSP
Titulo: ... Mutley!?! Cade você???
Live ID: Xucro Stylez
PSN ID: Xucro_Stylez
Localização: Logo ali...

02/10/2009

:right: Daxter

Imagem

:right: Jogabilidade
  • 1 Jogador e,
  • 2 Jogadores no Bug Combat
:right: Controles
  • Analogico - movimentação do personagem;
  • Digital direita/Esquerda - altera a função do inseticida;
  • Digital acima/abaixo - altera entre visão em primeira/terceira pessoa;
  • X - salto;
  • [] - utilizar o mata-moscas eletrico;
  • O - utilizar o inseticida/fogo/onda sonora;
  • /\ - agachar;
  • L - visão a esquerda;
  • R - visão a direita.
:right: Sobre o Jogo
  • Logo no início do jogo você ganha um mata-moscas eletrico e sai a caçar insetos, no desenrolar do jogo você ganha um inseticida e novas atualizações. Como o Daxter é pequeno e leve você pode usar o inseticida como propulsor em longos saltos.
    A medida que Daxter termina as missões um descanso é merecido, e um bom sonho é restabelecedor. Os "sonhos" são mini-jogos a parte, liberados no desenvolver do jogo, e ao final destes você aumenta a sua resistência ou aprende novos golpes.
    Se você não pegou todos os ítens ou sonhou tudo o possível não se preocupe, mesmo após vencer o chefão final você pode voltar a cidade Heaven City e explorá-la novamente ou tentar um novo e repousante cochilo.
:right: Enredo
  • Após viver anos a sombra de Jak, Daxter começa a se tornar o centro das atenções. Sozinho e em um lugar desconhecido, ele percebe que ser pequeno e peludo não vai ajudar em suas chances de sobrevivência ou poupar Jak do seu destino.
    Durante uma animada exposição de suas aventuras Daxter acaba por conhecer seu novo patrão e assume o trabalho de exterminador de pragas - um emprego com alta demanda devido a uma misteriosa invasão MetalBug e elevada rotatividade devido a seus perigos inerentes. Seu novo trabalho lhe permite explorar a cidade Haven City, em um esforço para recolher pistas que o levará a Jak. Mas Daxter logo descobre mais emoções do que esperava...
:right: O que eu acho do jogo
  • O jogo foi bem elaborado com fácil jogabilidade, ótimos gráficos, boa trilha sonora e um enredo bem desenvolvido durante o jogo tornando a imersão bem mais agradável, os sonhos são uma divertida sátira a filmes famosos como Indiana Jones, Senhor dos Anéis, Coração Valente e Matrix. São os mini-jogos, seja os sonhos ou as "senhas" que destravam as portas ou válvulas, que aumentam em grande parte o desafio do jogo.
  • Avaliação (0 a 10)
    • Jogabilidade: 10
    • Gráficos: 9
    • Audio: 8
    • Diversão: 10
    • Desafio: 7
  • Prós:. Jogabilidade, gráficos, audio e enredo bem desenvolvidos, mini-jogos hilários.
  • Contras:. Chefões das fases relativamente fáceis de se derrotar, apenas trabalhosos. O jogo em rede, Bug Combat é muito sem graça... uma versão de jogos de luta por turnos.
Editado pela última vez por Ossos Velhos em 04/10/2009, em um total de 4 vezes.
Imagem
... ainda mineirando algum "card" legal, aceito no fórum, para o XBOX One!!!

dnascimento
Usuário
Usuário
Mensagens: 1165
Registrado em: 20/05/2009
Consoles: 3DSXL, GBA SP, PSP, PSV, PS3
Titulo: Nya!
Live ID: MrNascimento
PSN ID: dnascimento
XLink Kai ID: dnascimento
Localização: Sampa - SP
Contato:

02/10/2009

:right: Need For Speed Carbon: Own The City
Imagem

:right: Jogabilidade
  • 1 a 3 Jogadores com suporte multiplayer
:right: Sobre o Jogo
  • Com um enredo razoavelmente melhor do que as outras versões Carbon, Need For Speed Carbon: Own The City apresenta uma cidade inteiramente nova (Coast City), uma ótima jogabilidade e bons gráficos. Virtudes agradáveis que só são manchadas pela resposta inadequada do auxílio dos membros da gangue e da falta de personalização variada e profunda do carro, característica marcante da série. Mesmo assim, não é possível deixar de dar os créditos à EA Canada por não ter se limitado a fazer uma adaptação grosseira das versões para os consoles e sim reformular totalmente o jogo para ele se acomodar melhor ao formato do portátil PSP e Nintendo DS.
:right: Enredo
  • Need for Speed Carbon: Own the City é versão ligeiramente similar da versão Carbon para o Pc e consoles. Primeiramente, o enredo é diferente: o protagonista vive outro drama onde, após um acidente que o deixa no hospital, o jogador constata que seu irmão está morto e que as circunstâncias da tragédia podem ter sido provocadas de maneira proposital. Com o auxílio da ex-namorada do falecido, o objetivo agora passa a ser a busca da vingança, em uma carreira longa onde o jogador é líder de uma gangue de agressivos e destemidos pilotos.
:right: O que eu acho do jogo
  • Os jogos da Série Need For Speed para PSP acabaram ficando mal adaptados na minha opinião. Não sei se acho isso pois joguei alguns jogos da série NFS no PC, mas acho que não ficaram muito bons. (Exceto ao NFS Most Wanted para PSP que acho que ficou bem bacana). No mais o jogo é "um mais do mesmo" dos jogos da série NFS para PSP.
  • Avaliação do jogo (0 a 10)
    • Jogabilidade: 8
    • Gráficos: 9
    • Audio: 9
    • Diversão: 9
    • Desafio: 8
  • Prós: A EA acertou em não fazer simplesmente uma adaptação, uma nova história deu gás a mais no Carbon para PSP.
  • Contras: O jogo por si só acaba sendo um pouco repetitivo.
Editado pela última vez por dnascimento em 30/10/2009, em um total de 1 vez.

Stranger_Eddie
Moderador - PSP
Moderador - PSP
Mensagens: 4642
Registrado em: 12/07/2009
Consoles: Portable + Emulators = Epic!
Titulo: Godzilla Old School Gamer!
PSN ID: Stranger_Eddie

02/10/2009

:right: Burnout Dominator

Imagem

:right: Resumo
  • Jogo de corrida onde seu objetivo é dirigir com técnica e perigosamente.
:right: Jogabilidade
  • Single Player e Multiplayer até 6 jogadores.
:right: Cockpit
  • Imagem

    Target/Objective: Canto superior esquerdo indica sua pontuação a ser atingida em um objetivo a ser cumprido.
    Time: Canto superior direito tempo, manobras entre outas informações.
    Modalidade: Centro na parte superior mostra a modalidade jogada e pontuação.
    Velocímetro: Canto inferior direito mostra a velocidade do seu veículo.
    Turbo: Canto inferior esquerdo indica o turbo que é ativado segurando o botão “R” porém a forma de conseguir o turbo máximo (burnout) é mais técnica que no seu antecessor Burnout Legends.
:right: Comandos
  • X: Acelerador
    QUADRADO: Breque
    CIRCULO: Buzina (inútil)
    TRIANGULO: Muda visão
    R: Turbo
    L: Visão traseira
    SELECT: Troca as musicas
    START: Pausa
:right: Premiações
  • Burnout Dominator possui uma série de premiações que recebe conforme sua conduta perigosa no volante.

    Em resumo, desta vez não basta somente ser louco na direção como no seu sucessor Legends. Desta vez para conseguir Ouro, Prata ou Bronze para receber suas gratificações, terá que ter muita técnica de direção (perigosa). O jogo possui uma série de bônus extras que você entenderá observando seu progresso no menu do jogo.

    Conforme for cumprindo os bônus extras você coleciona troféus para sua galeria.
:right: Modos de jogo
  • O Jogo é dividido em categorias a serem escolhidas conforme as categorias de seus veículos na garagem.

    Possui várias modalidades e você terá que cumprir cada objetivo antes da corrida iniciar.
  • Race: Você irá disputar a corrida normalmente contra 3 oponentes e quem ganhar leva o prêmio. É o modo mais comum de qualquer jogo de corrida.
  • Eliminator: Muito semelhante ao modo Race, porém a cada volta quem estiver em ultimo lugar é automaticamente eliminado da prova. Vence o ultimo carro que ficar na pista.
  • Drift: Seu objetivo é fazer manobras em pisas de diferentes tipos. Um dos modos mais difíceis do jogo. Porém após dominar as técnicas de drift estará apto a voar baixo em curvas perigosas sem perder o controle de seu veiculo.
  • Burning Lap: Neste modo terá que correr o máximo possível no menor tempo da pista.
  • Near Miss Challenge: O Jogador deve desviar dos outros carros do tráfico para obter pontos.
  • Maniac: O nome já diz tudo! Quanto mais insano você for na pista, melhor resultado. Porém ao mesmo tempo é um modo perverso, pois ser Maníaco no volante envolve técnica. Ou seja, se bater demais, seu tempo limite acaba e fim de jogo. Portanto, seu objetivo é dirigir perigosamente tirando muitas finas, correndo ao limite máximo da velocidade, tirando tinta dos veículos, dirigir na contramão e evitar acidentes, pois quanto mais acidentes você se envolver pior será para você.
  • Burnout Challenge: Neste modo o jogador deve fazer o Burnouts.
  • Road Rage: O melhor de todos modos e extremamente melhorado comparado ao Legends. A premissa é a mesma, você contra 4 oponentes. Sua função é fazer com que os carros batam o maximo possível. Você também se ferra neste modo! Caso tomar muita batida seu carro poderá chegar ao nível “Damage Critical”, caso acontecer isto, mais uma batida fim de jogo para você. E para completar este modo agora é controlado por tempo, quanto mais takedowns, mais tempo você fica na pista.
:right: Dicas de direção perigosa
  • Você possui a barra de turbo que é ativada cada vez que faz “barbaridades" na pista. Ou seja, quanto mais perigosamente dirigir, melhor! :twisted: e mais pontos serão acumulados quando multiplicar a quantidade de Burnouts.

    Mas... Não pense como em Burnout Legends... Agora é Dominator, e o buraco é BEM mais embaixo. Principalmente para o turbo (vide a seguir).

    Seguem algumas nomenclaturas do jogo para melhorar sua performance:
  • Oncoming: Dirigir na contra-mão.
  • Near miss: Quanto mais próximo passar dos veículos comuns (não seus oponentes), mais pontos e mais sua barra de turbo vai encher.
  • Drift: Cada vez que "derrapar" e ou criar manobras cantando os pneus, ganha pontos e também aumenta o turbo.
  • Air: Algumas pistas possuem elevações. Logo se der alguns aéreos, mais pontos e mais turbo se acumula.
  • Takedown: É a direção ofensiva mais forte do jogo. Significa, tirar seu rival de circulação. A cada takedown seu turbo será ativado ao nível máximo.
  • Burnout: Quanto mais você for insano na pista, o nível máximo do turbo será aumentado. Só que desta vez não há mais limites para sua turbina. Quanto mais insano for segurando o turbo, mais ele é multiplicado 2X, 3X, 4X,... 15X... Sem limites :twisted:
  • Dicas pra usar o Turbo: Procure sempre manter a barra cheia. E caso perceber que não estiver seguro de ativar, não ative. Porque desta vez o modo Burnout é diferente do Multiplicador de Burnout Legends. Perdeu a direção, zerou seu turbo e terá que refazer manobras perigosas para conseguir.

    ... Em resumo. o negócio é dirigir como um Insano e com o máximo de perigo! :twisted:
:right: O que eu acho do jogo
  • Presença obrigatória no meu Stick! Este jogo é simplesmente cabuloso! Com relação ao seu antecessor (Burnout Legends), este não tem mais os modos Crash e Pursuit, porém a jogabilidade agora passou a ser muito mais tecnica. Você terá que ter um dominio maior na direção para executar as manobras mais violentas! E neste jogo o que importa é dirigir perigosamente e com o máximo de tecnica possivel para aniquilar seus oponentes na pista. Diferente de Legends que você acumulava seus "turbo" e segurava para ser usado quando você batia, em Dominator você terá que ser muito bom de direção e quanto mais perigosamente dirigir você se dará melhor. Ai está o grande lance do jogo! Nota 10 para este jogaço!
  • Avaliação do jogo (0 a 10)
    • Jogabilidade: 10
    • Gráficos: 9
    • Audio: 9 (10 para o ambiente, motor e som dos carros e 9 para as musicas)
    • Qualidade técnica : 6... :umm: Veja na parte "Contras" e entenderão os motivos
    • Diversão: 10
    • Desafio: 8
  • Prós Gráficos espetaculares, musicas escolhidas a dedo (exceto poucas exceções que podem ser desativadas nas opções), e jogabilidade de causar inveja em Playstation 2 (sim é isto que você leu!). Resposta dos controles perfeitos, rápida aprendizagem, vasta coleção de veículos, altamente viciante e obrigatório na coleção.
  • Contras Infelizmente o jogo não possui mais o modo Pursuit (perseguição com carros de policia) presente em Burnout Legends. BUGS aleatórios após porcentagem alta de jogo concluído :ffuuu: Infelizmente, por MISTÉRIO o jogo possui uns bugs aleatórios que podem ser minimizados seguindo este comentário: games-psp/coloque-suas-musicas-no-burno ... t6202.html
Editado pela última vez por Stranger_Eddie em 04/10/2009, em um total de 4 vezes.
Imagem

Ossos Velhos
Usuário
Usuário
Mensagens: 239
Registrado em: 17/05/2009
Consoles: XBOX, PS3, PS Vita & PSP
Titulo: ... Mutley!?! Cade você???
Live ID: Xucro Stylez
PSN ID: Xucro_Stylez
Localização: Logo ali...

02/10/2009

:right: Stacked with Daniel Negreanu

Imagem

:right: Jogabilidade
  • 1 Jogador: Mesa, Torneio, Torneio Multimesa
  • 9 Jogadores: On-line e AdHoc
:right: Controles
  • Digital - Acima/Abaixo > aumenta/diminui a aposta;
  • Digital - Direita/Esquerda > navega pelo menu;
  • X, [], O - Confirma ação;
  • /\ - Visualiza as cartas;
  • L - Diminui o valor da aposta X vezes;
  • R - Aumenta o valor da aposta X vezes.
:right: Sobre o Jogo
  • Crie sua conta e ganhe $2.000 para gastar em mesas de poquer Hold'em. Se classifique bem nos torneios para liberar o acesso a novas mesas, torneios e casinos. Se sua participação nos torneios não estiver indo bem, tente aumentar seu cash jogando nas mesas. Apesar do jogo de poquer envolver um pouco de sorte nas cartas o que irá definir a sua carreira será a sua estratégia de jogo: saber quando desistir de uma boa mão ou quanto seu adversário está blefando é essencial para uma carreira bem sucedida. Durante o jogo você receberá dicas importantes do Daniel Negreanu que lhe ajudará a tomar decisões importantes. A inteligencia artificial aprende, no desenvolver do jogo, a sua maneira de jogar, o seu perfil, acrescentando um desafio a mais a cada nova rodada.
:right: Enredo
  • É bem simples, crie uma conta e comece a jogar Poquer Hold'em...
:right: O que eu acho do jogo
  • Um ótimo jogo de simulação de Poquer Hold'em enfrentando desde jogadores amadores passando por jogadores semi-profissionais chegando a até jogadores profissionais. Com opções de participação em jogos de Mesa, Torneios, Torneios Multi-mesa, AdHoc e On-line a medida que sua carreira virtual se desenvolve os desafios vão aumentando.
  • Avaliação (0 a 10)
    • Jogabilidade: 9
    • Gráficos: 7
    • Audio: 6
    • Diversão: 10
    • Desafio: 8
  • Prós: Um ótimo sistema de inetligência, apenas poquer Hold'em - não sou fã de outras variantes...
  • Contras: A apresentação é ruim. Pode se tornar cansativo, já que não é possível acelerar o tempo e estatisticamente um bom jogador participa em menos de 20% das rodadas. Os gráficos poderiam ser um pouco melhores, parecem texturizados.
Editado pela última vez por Ossos Velhos em 06/10/2009, em um total de 5 vezes.
Imagem
... ainda mineirando algum "card" legal, aceito no fórum, para o XBOX One!!!

Kurt
Usuário
Usuário
Mensagens: 1192
Registrado em: 17/07/2009
Consoles: PS3 80Gb; PSP 3k e 2k; PS Vita
Titulo: Be loyal to yourself!
PSN ID: PauloR_27
XLink Kai ID: Kurt_NI
Localização: São Paulo

02/10/2009

:right: Tenchu Shadow Assassin
Imagem

:right: Jogabilidade
  • Apenas um jogador
:right: Sobre o Jogo
  • Tenchu Shadow Assassins é um jogo de ação furtiva desenvolvido pela Acquire e distribuido pela Ubisoft. O jogo foi feito para Wii e PSP sem grandes diferenças.
    No controle dos ninjas Rikimaru e Ayame voçê deve completar seus objetivos e matando seus inimigos tentando ser imperceptível. Tem um controle que atrapalha a adaptação, mas nada muito complicado. O jogo conta com o modo história com duas dificuldades ("normal" e o Shadow Mode) e um outro modo chamdo Assigment, que são missões curtas.
:right: Enredo
  • O jogo se passa no Japão feudal, enquanto Rikimaru resgatava uma "donzela em perigo" descobre que alguém está planejando iniciar uma grande guerra, Rikimaru relata isso ao seu imperador que chama uma vidente, esta sequestra a princesa Kiku e ai é melhor eu parar de falar se não, não vai ter graça jogar.....
:right: O que eu acho do jogo
  • Foi um dos primeiros jogos que baixei e gostei muito, aconselho pra quem gosta de ação furtiva estilo Metal Gear só que a muito tempo atrás :P
    Gosto do estilo ninja de verdade não um Naruto da vida (vou ser chingado até morrer), matar os inimigos sem que eles consigam nem pensar é demais.
  • Avaliação do jogo (0 a 10)
    • Jogabilidade: 8 - No começo os controles confundem um pouco
    • Gráficos: 9 - Gostei muito das animações
    • Audio: 9 - Deixa o jogo mais emocionante
    • Diversão: 10 - Matar os inimigos sem eles tomarem conhecimento de você é muito divertido
    • Desafio: 9,5 - Shadow Mode
  • Prós: Cenários fantásticos, modos para assassinar, jogo de iluminção é o que mais chama a atenção no jogo
  • Contras: O jogo é curto e...... num lembro de mais nada!! :oops:
Editado pela última vez por Kurt em 03/10/2009, em um total de 2 vezes.
Imagem

dnascimento
Usuário
Usuário
Mensagens: 1165
Registrado em: 20/05/2009
Consoles: 3DSXL, GBA SP, PSP, PSV, PS3
Titulo: Nya!
Live ID: MrNascimento
PSN ID: dnascimento
XLink Kai ID: dnascimento
Localização: Sampa - SP
Contato:

02/10/2009

:right: SEGA OutRun 2006: Coast 2 Coast
Imagem

:right: Jogabilidade
  • 1 a 3 Jogadores com suporte multiplayer
:right: Sobre o Jogo
  • Os jogos OutRun sempre contaram com o princípio clássico do design simples de aprender, mas um pouco difícil de dominar. Com Coast 2 Coast não é diferente. Como um piloto de arcade, jogar este jogo é muito simples, você tem o acelerador e os freios, e você dirige seu carro com o analógico. Se isso é muito fácil para você, você pode tentar dirigir com a transmissão manual, mas aqueles que preferem uma experiência mais simples irá preferir escolher a transmissão automática.
  • O foco principal do jogo não é transmitir a exata sensação de pilotar em alta velocidade, pois mesmo que você salte, bata ou perca o controle do carro você poderá recuperar rapidamente, porém dependendo da ação que o jogador toma ao perder o controle você pode rodar e perder muito tempo e velocidade.
  • Como em todos os jogos anteriores OutRun, você pode facilmente fazer um "Drift" tocando no freio e colocando o carro para o lado ao entrar em uma curva. Você pode exercer uma pequena quantidade de controle sobre o carro para se locomover mais lento para o exterior ou interior da curva. Você não perde velocidade quando faz drift. Conforme o Jogo vai ficando mais difícil, você precisa ser criterioso sobre quando é vantajoso fazer drifts ou fazer as curvas da maneira antiga. Existem 30 diferentes pistas no jogo, todas com cenários coloridos e fundos interessantes, incluindo pistas de corrida onde você atravessa a Golden Gate Bridge, ao longo de uma cidade à beira-mar, por meio de uma floresta de sequóias, e através de uma neon-lit "cidade do casino", que se assemelha em algum lugar como Las Vegas ou Atlantic City.
:right: Enredo
  • Bom... O jogo não possui um enredo definido, como todos os jogos da série OutRun existem diversas missões para serem completadas: Disputando com os rivais pela primeira posição ou Cumprindo os pedidos do seu passageiro, completando os seus pedidos para executar determinadas manobras de pilotagem. Tudo isso ao som de ótima música com muita diversão
:right: O que eu acho do jogo
  • Bom, para quem chegou a jogar OutRun nos arcades (Naquelas máquinas de fliperamas) esse jogo é totalmente nostalgico pois possui o modo arcade que é muito semelhante ao jogado nessas máquinas. Muito simples de ser aprendido, esse é um jogo que com certeza irá render diversas horas de diversão para quem gosta de jogos de corrida.
  • Avaliação do jogo (0 a 10)
    • Jogabilidade: 9
    • Gráficos: 10
    • Audio: 10
    • Diversão: 9
    • Desafio: 8
  • Prós: Jogo muito simples de se aprender e rende muitas horas de diversão fazendo drifts que seriam impossíveis na vida real.
  • Contras: Não achei nenhum :D.
Editado pela última vez por dnascimento em 22/10/2009, em um total de 1 vez.

Kurt
Usuário
Usuário
Mensagens: 1192
Registrado em: 17/07/2009
Consoles: PS3 80Gb; PSP 3k e 2k; PS Vita
Titulo: Be loyal to yourself!
PSN ID: PauloR_27
XLink Kai ID: Kurt_NI
Localização: São Paulo

03/10/2009

:right: Exit & Exit 2
Imagem

Imagem

:right: Jogabilidade
  • Apenas um jogador
:right: Sobre o Jogo
  • Exit e Exit 2 foram desenvolvidos pela Taito Corporation e distribuido pela Ubisoft. Além do PSP foi desenvolvido para Xbox 360 e Nintendo DS, os jogos não tem uma história concreta o que não tira em nada a diversão. Contando com um visual em 2D eles surpreenderam muita gente com sua jogabilidade e Puzzles muito bem elaborados. O jogo consiste em salvar pessoas de alguns desastres, encontrando e levando-as para a saída (Exit), os joos tem tutorias sobre a as habilidades do personagem e de alguns acidentados para facilitar um pouco as coisas.
:right: Enredo
  • Você controla Mr. Esc :ha: um herói especializado em resgate, como eu disse o jogo não tem uma história concreta, mas tem, a cada vez que vc muda o local dos desastres aparece uma histórinha de como o desastre aconteceu e é só.
:right: O que eu acho do jogo
  • É um jogo simples misturando quebra-cabeça com ação, algumas fases exigem muita concentração e tempo para vc ver qual caminho seguir e tudo mais.
  • Avaliação do jogo (0 a 10)
    • Jogabilidade: 8 - As vezes você quer decer as escadas e acaba abaixando
    • Gráficos: 8 - Nada sensacional, mas para a proposta do jogo tá bom
    • Audio: 7 - Depois de um tempo enjoa, principalmente ficar ouvindo "help" a fase toda
    • Diversão: 9 - Pra quem gosta de quimar os neurônios é um prato cheio
    • Desafio: 8 - As ultimas fases tem desafio mesmo
  • Prós: Diversão garantida para puzzleros de plantão, algumas fazes são gigantescas
  • Contras: O audio torna-se repetitivo e chega a irritar
Imagem

Stranger_Eddie
Moderador - PSP
Moderador - PSP
Mensagens: 4642
Registrado em: 12/07/2009
Consoles: Portable + Emulators = Epic!
Titulo: Godzilla Old School Gamer!
PSN ID: Stranger_Eddie

04/10/2009

:right: The Golden Compass

Imagem

:right: Resumo
  • Jogo de aventura e fantasia que narra as aventuras da pequena Lyra Belacqua em busca de seu amigo que foi sequestrado.
:right: Jogabilidade
  • Single Player
:right: Enredo
  • Imagem

    The Golden Compass é um jogo de ação baseado na adaptação cinematográfica da trilogia literária His Dark Materials (conhecida no Brasil como Fronteiras do Universo), do autor britânico Philip Pullman.

    Tanto o jogo como o filme são adaptações do primeiro livro da saga, intitulado The Golden Compass (“A bússula de ouro” no Brasil).

    Em sua jornada épica a garota irá contar com a ajuda de vários guias espirituais chamados daemons, entre eles estão o urso polar Iorek, e trans-morfo Pan. Além dos daemons, Lyra também possui o alethiometro, capas de medir a verdade, revelando a verdadeira índole de alguem.
:right: Comandos
  • Variam conforme sua personagem.

    X: Lyra = Primário / Iorek = Bloqueio
    QUADRADO: Lyra = Secundário / Iorek = Ataque comum
    CIRCULO: Iorek = Ataque especial
    TRIANGULO: Ação especial.
    SELECT: Jornal
    START: Pausa/Menu
    Direcional: Seleciona a personagem (daemons).
    Analógico: Movimentação.
:right: Extras
  • O jogo possui uma série de extras que são ativados conforme for encontrando itens espalhados pelas missões.

    Conforme for cumprindo os bônus extras você coleciona troféus para sua galeria.
:right: O que eu acho do jogo
  • Uma das coisas mais difíceis de encontrar são jogos baseados em filmes (ou vice-versa) com boa qualidade. The Golden Compass para PSP supera qualquer expectativa. Este jogo foi lançado para vários sistemas, e quem se deu melhor são os fãs de PSP, ficou a melhor versão do que os demais concorrentes.
  • Avaliação do jogo (0 a 10)
    • Jogabilidade: 9
    • Gráficos: 8
    • Audio: 10
    • Diversão: 8
    • Desafio: 7
  • Prós Gráficos espetaculares, musicas maravilhosas e jogabilidade excelente. Destaque para o personagem Iorek (Urso) que além de ser aquele típico amigo protetor que todos queriam ter, o mesmo solta frases marcantes dignas de um Oscar.
    "I Enjoy fighting, has you, enjoy breathing" (Iorek – The Golden Compass)
  • Contras Nenhum contra! Um jogo pouco conhecido que foi criticado negativamente por causa dos fracassos das versões do Playstation 2, 3, X-Box e Nintendo DS.
Editado pela última vez por Stranger_Eddie em 09/11/2009, em um total de 3 vezes.
Imagem

Responder
  • Informação
  • Quem está online

    Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 6 visitantes